carregando

Município de Itapiranga

Código IBGE: 4208401

ALEXANDRE GOMES RIBAS (PP)

PREFEITO(A)

NILO JOSÉ BOURSCHEIDT (PT)

VICE-PREFEITO(A)

Prefeitura

(49) 3678 7700
Pç.. das Bandeiras , 200, Centro - 89896-000

Câmara Municipal

(49) 3677 0448
Rua São Jacó, 211, Centro - 89896-000

Prefeitura

(49) 3678 7700
Pç.. das Bandeiras , 200, Centro - 89896-000

Índice de Desenvolvimento Municipal Sustentável

Índice não definido

Transferências Constitucionais

ICMS E FPM nos últimos anos

GuiaSC

Igreja São Rafael da Linha Ipê Popi - Autêntico enxaimel!

A Igreja São Rafael da Comunidade de Ipê Popi é um dos principais símbolos da colonização de Itapiranga. Foi construída pela comunidade com estrutura em autêntico enxaimel e inaugurada em 18 de dezembro de 1952.

A Igreja São Rafael é uma das maiores igrejas com duas torres, construída totalmente em madeira, da América Latina.

Acesse o site: http://patrimonioaltouruguai.blogspot.com.br/2017/07/igreja-sao-rafael-linha-popi-itapiranga.html e conheça mais da história da construção da igreja e seus detalhes arquitetônicos.

Histórico da Comunidade de Linha Popi

    A comunidade surgiu com a vinda do primeiro morador Sr. Inácio Flach, que veio sozinho em 1927. Aos poucos vieram mais moradores, aumentando a comunidade.

    O nome da comunidade vem de origem guarani. Juntamente com o agrimensor que mediu os lotes, estava Inácio Flach, que por isso atribuiu o nome ao loteamento de Popi, que significa ‘rapaz alegre’. Ipê foi atribuído pois haviam várias árvores de Ipê. Por conta dessa interpretação, surgiu o nome Linha Ipê-Popi. Os pioneiros foram Inácio Flach, Marcos Felipe Ely, Aloísio Flach, Nicolau Werlang e José Flach que colonizaram as terras.

    As viagens de vinda para a comunidade eram difíceis, as quais parte do trajeto era feito de barco pelo Rio Uruguai e a outra parte pelo mato, em picadas abertas pelos desbravadores. Para chegar a esta comunidade não existia estrada aberta. Os locais de origens desses pioneiros eram Bom Princípio, São Sebastião do Caí, Poço das Antas - RS, e se dedicavam totalmente à agricultura.

    Os casamentos eram celebrados o dia inteiro, com música de gaita de boca e danças no chão batido. O Pe. Pedro Pedressep rezou a 1° missa. O altar erguido na mesa da cozinha de Marcos Ely; algum tempo depois o local de encontro passou a ser na casa de Aloísio Flach. Em abril de 1932 a comunidade recebeu a visita do vigário Pe. Teodoro Treis.

    Nessa ocasião, a comunidade se reuniu pela primeira vez, oficialmente, para definir diretoria, escolher o padroeiro (São Rafael) e indicar o lugar em que se construiria a capela que serviria de escola bem como moradia do professor e, próximo dali,  um lugar para cemitério. Em 21 de dezembro de 1952 o Pe. Augustinus Helmuth Kaiser celebrou sua Primeira Missa e foi inaugurada a atual igreja, uma das maiores igrejas existentes na América construída nesse estilo, totalmente em madeira e com duas torres. Texto revisado pelo conselho comunitário, Daiane Giehl e José Hahn.

 

Turismo em números

O Que Fazer 44
Onde Comer 20
Onde Ficar 4
Serviços 35